quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Stray - Akuma

"O Diabo" é a mulher que te arrancou o coração com as unhas pintadas, é o desejo de matar por vingança, mesmo sabendo que é uma reacção desproporcionada, é a vontade de ceder ao Lado Negro e é a atracção pela magia proibida. Uma certa teoria da conspiração diz que nele está contido um código que, uma vez desvendado, funciona como chave de acesso a uma sociedade secreta. Outra teoria diz que esse código é a própria chave que abre os portões do Inferno. 

Não sabemos o que levou Stray a fazer este álbum, mas nos últimos tempos o seu olhar tem estado particularmente vazio, tem escrito glifos incompreensíveis no chão e desaparecido inexplicavelmente durante a noite. Possuído? Talvez. É igualmente estranho que Taseh, compositor de todos os instrumentais do disco, diga não conseguir explicar ou descrever como o fez. Afirma só se lembrar de se sentar para começar a produzir e acordar no dia seguinte com o resultado final a tocar. O Jinx está preocupado e tememos que vá, em breve, tentar um ritual de exorcismo.


Novo álbum de Stray, O Diabo, sacar aqui:
http://straymj.bandcamp.com/album/o-diabo

Sem comentários:

Publicar um comentário